quarta-feira, 8 de abril de 2015

Cachaça Rio do Engenho Ouro



Cachaça Rio do Engenho Ouro

Produzida em Ilhéus - Bahia - Brasil
Cachaça de Alambique Ouro
Envelhecida 2 anos em tonéis de Louro-Canela e Castanheira
Cor: dourada
Garrafa cilíndrica em vidro Seduction
Graduação alcoólica: 38% Vol. 500 ml
Disponível também em garrafas de 50ml, 160ml, 500ml, 670ml.
Prazo de validade indeterminado - Não contém glúten.

Envelhecida em tonéis de madeira de Castanheira e Louro-canela por um período mínimo de dois anos, possui além de uma intensa cor amarelo ouro, um paladar e um buquê altamente desenvolvido.

Um pouco da Cachaça Rio do Engenho ...
As terras do alambique da Rio do Engenho, estão localizadas nas proximidades do povoado do Rio do Engenho, uma área de relevante importância histórica, que já foi sede de um grande engenho de açúcar pertencente a Mem de Sá, o terceiro Governador Geral do Brasil. É a cana de açúcar voltando a semear na região!

São mais de 30 mil litros de cachaça por ano, produzidos em alambiques de cobre e envelhecidos em tonéis de madeira. O processo de fabricação conta com o know-how de seu produtor e químico responsável, Luiz Fernando Galletti, que utiliza equipamentos de aço inoxidável e cobre garantindo a máxima qualidade do produto.

Todas as etapas de produção são rigorosamente controladas. 
O plantio da cana é feito com mudas certificadas, garantindo maior rendimento e produtividade. 
A colheita é realizada manualmente, sem queima, e a cana é moída no mesmo dia do corte.
A fermentação é natural, sem aditivos químicos, minuciosamente acompanhada, levando cerca de 24 horas para transformar o açúcar da cana em álcool etílico .
O processo de destilação é separado em 3 partes: Cabeça, Coração e Cauda, e armazenamos apenas a porção intermediária, que é a parte nobre do destilado (o Coração).
A Cabeça corresponde aos 10% iniciais da destilação e é rica em aldeídos (que provocam ressaca) e metanol (causador de cegueira a longo prazo).
A seguir separa-se a fração mais importante, o Coração. Rico em etanol, representa 80% do volume total da destilação e apresenta menor concentração de substâncias indesejáveis. É a Cachaça em si.
Por ultimo é retirado a Cauda, onde se concentram os produtos mais pesados como, furfuraldeído (causa do bafo), ácido acético e álcoois superiores.

É importante salientar que só se produz cachaça de qualidade se houver a preocupação com a higiene e pequenos detalhes na produção, além de fazer a separação das partes do destilado. Caso contrário, a cachaça, mesmo sendo de Alambique, terá qualidade inferior, assim como as cachaças de Coluna (industriais), que por utilizarem o processo de destilação contínuo, são impossibilitadas de retirarem a Cauda e a Cabeça do produto que será engarrafado, não eliminando os componentes prejudiciais à saúde.

Com a finalidade de ter um bouquet único e refinado, as cachaças envelhecidas são armazenadas por períodos que variam de 6 meses a 03 anos, em tonéis de madeiras mistas. Esse envelhecimento, além de salientar seu aroma e paladar, modifica a coloração de branca para amarelada, tornando-a macia e aveludada, atenuando a sensação desidratante do álcool, além de diminuir a quantidade de aldeídos (substâncias que provocam a dor de cabeça).

Dessa forma, a Cachaça Rio do Engenho é uma bebida artesanal, sem conservantes químicos, sem a adição de açúcar.

Aproveite com moderação e se beber não dirija.


Para comprar este e outros produtos Rio do Engenho acesse aqui.


Nenhum comentário :

Postar um comentário